Secretário vistoria obras do Ambulatório Médico de Especialidades (AME) em Curitiba
27/08/2020 - 09:40

O secretário de Estado de Saúde, Beto Preto, vistoriou nesta quarta-feira (26) a obra do antigo Centro Regional de Especialidades (CRE) da Avenida Kennedy. A reforma total do local terá como resultado um novo ambiente com instalações modernas para atender pacientes que necessitem de diferentes atendimentos na área da saúde. No prédio será instalado o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) vinculado ao Complexo Hospitalar do Trabalhador.

A reforma vai potencializar o espaço ambulatorial, que atualmente é de 635 metros quadrados no Hospital do Trabalhador. Após a sua conclusão, o AME terá disponível 3.163 metros quadrados para a distribuição dos serviços de saúde.

“Esta é uma obra do Governo do Estado que amplia o Complexo Hospitalar do Trabalhador. É mais um legado que deixaremos para o Paraná.Com essa obra vamos ampliar a oferta de serviços públicos de qualidade na área médica e multiprofissional para os paranaenses usuários do Sistema Único de Saúde.”

O prédio do AME da Kennedy tem previsão de entrega em março de 2021. O Ambulatório faz parte da política de regionalização da saúde, com o fortalecimento dos consórcios intermunicipais de saúde, com a implantação de outras dez unidades pelo Paraná.

“O Governo Ratinho Júnior tem se dedicado, na área da saúde, no encurtamento de distâncias, de deixar o serviço e o atendimento mais perto da casa do cidadão. Serão várias unidades em todo o Estado”, destacou o secretário Beto Preto.

ESTRUTURA – A unidade ambulatorial que integrará o Complexo Hospitalar do Trabalhador terá 45 consultórios, sala de espera, sala de exames de imagens, entre outros ambientes. Serão investidos R$ 8,8 milhões na reforma completa.

De acordo com o diretor-superintendente do Complexo, Geci Labres de Souza Júnior, a unidade ambulatorial quase triplicará a quantidade de consultas realizadas no ambulatório do Hospital do Trabalhador atualmente. Por mês são realizadas sete mil consultas em 14 consultórios no HT. Com o AME em atividade, serão disponibilizados 45 consultórios com previsão de 25 mil consultas de diversas especialidades a cada mês.

Para o diretor, o esforço do Governo do Estado reforça e dá robustez ao Complexo do Trabalhador. “O AME entra como uma continuidade de tratamento. São consultas eletivas agendadas do nosso pronto-socorro. Teremos as consultas multidisciplinares, como endocrinologia, clínica médica e todas as áreas da cirurgia, fazendo com que um médico possa encaminhar para outro, buscando melhor resultado no atendimento do paciente”.

OBRA – No início de 2019, o prédio foi vistoriado e estava em situação de abandono. Fechado totalmente desde 2017, a unidade estava em deterioração e sem as mínimas condições de uso. A Paraná Edificações (Pred) realizou o planejamento e assumiu a execução da obra.

“Essa obra é um resgate da história dos prédios da Saúde de Curitiba e da Região Metropolitana e retoma a essência desse bem público que é o atendimento à população”, destacou o diretor-geral da Pred, Lucas Grubba Pigatto.

O diretor-geral, que utilizava o local quando criança, afirma que ficou surpreso com a situação. “Quando entrei aqui ano passado foi um choque, porque quando eu era criança, frequentei aqui por diversas vezes e na minha memória era um local agradável. Foi uma surpresa nada boa visitar esse ambiente e verificar como estava”.

Além de benefícios para os pacientes, o diretor-superintendente do CHT visualiza o potencial da unidade também no aprendizado da Medicina, e aos profissionais e usuários, um ambiente totalmente recuperado. “Os pacientes terão uma área confortável, com áreas de espera bem iluminadas e arejadas. Imagino os médicos e alunos com a mesma satisfação. Evidentemente isso vai gerar uma consulta mais humanizada, com mais qualidade e esperamos que todos saiam satisfeitos com o atendimento”.

COMPLEXO - O Complexo Hospitalar do Trabalhador reúne unidades de atendimentos em variadas especialidades de diferentes complexidades. O Hospital do Trabalhador, referência em trauma; o Centro Hospitalar de Reabilitação, que oferece atendimento especializado para pacientes portadores de doenças neurológicas, neurocirúrgicas e ortopédicas agudas ou crônicas; Centro de Atendimento Integral ao Fissurado Labiopalatal (CAIF), que cuida de pacientes com lábio leporino e fenda palatal; o Hospital de Infectologia e Retaguarda Clínica (HIRC), referência em HIV/AIDS e, em breve, o Ambulatório Médico de Especialidades de Curitiba.

Fonte: Sesa

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias