Governo do Estado homenageia profissionais da saúde em cerimônia da Semana da Pátria
01/09/2021 - 12:30

Evento homenageou os profissionais da saúde que continuam lutando contra a pandemia de Covid-19. Bandeira do Paraná foi hasteada pela primeira vacinada do Paraná, junto ao diretor-geral do Complexo Hospitalar do Trabalhador. Cerimônia marca a comemoração do 199º anos da Independência do Brasil.

Governo do Estado homenageia profissionais da saúde em cerimônia da Semana da Pátria

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

 

O Governo do Estado realizou nesta quarta-feira (1º), no Palácio Iguaçu, a solenidade da Semana da Pátria, que marca a celebração dos 199 anos da Independência do Brasil, comemorada em 7 de setembro. A cerimônia foi realizada pela Polícia Militar do Paraná, Forças Armadas e Guarda Municipal de Curitiba, e homenageou os profissionais de saúde que têm enfrentado a pandemia de Covid-19 na linha de frente.

O vice-governador do Paraná, Darci Piana, reforçou a importância da data para a nação. “A Semana da Pátria representa nossa independência. Precisamos lembrar da grandeza do nosso País e da necessidade da participação de todos os brasileiros em continuarmos livres, inspirados pelo grito da independência de Dom Pedro II às margens do Rio Ipiranga”, afirmou.

“E o Paraná tem a obrigação moral de abrir a Semana da Pátria com uma homenagem agradecendo aqueles que trabalharam muito pela saúde da nossa gente”, acrescentou o vice-governador.

Para a homenagem, foram convidados a primeira pessoa vacinada no Estado, a enfermeira Lucimar Josiane de Oliveira, e o diretor-geral do Complexo Hospitalar do Trabalhador, Geci Labres de Souza Junior, que hastearam a bandeira do Paraná.

“É um grande orgulho enquanto representante da área da saúde receber essa homenagem. Esse período não foi fácil e, por mais que a gente tenha vencido algumas batalhas, ainda não ganhamos a guerra”, alertou a profissional de saúde. “Muitas pessoas estão mais conscientes de que a vacina salva vidas e ameniza a circulação desse vírus ceifador de familiares e amigos, mas ainda não podemos relaxar: precisamos continuar com distanciamento, máscaras e álcool gel”.

O diretor-geral do CHT, instituição de referência no tratamento à Covid-19 no Estado, também reforçou que a situação continua preocupante e requer cuidados. “Estamos em um patamar alto de pacientes internados, e temos tido óbitos por Covid-19. Dos 80 leitos de UTI exclusivos para a doença, temos apenas 4 vagas. Ou seja: a doença não acabou. Peço encarecidamente àquele que ainda não se vacinou ou ainda não tomou a segunda dose que o faça. Senão, ele se expõe e expõe os que estão ao seu lado”, explicou Geci Labres.

FOGO SIMBÓLICO – A cerimônia da Semana da Pátria também contou com a execução do Hino Nacional Brasileiro o acendimento da pira do Fogo Simbólico da Pátria, uma tradição na abertura das celebrações. A chama representa a esperança, a fé e a força dos brasileiros, responsáveis pela manutenção da independência e soberania nacional e pelo compromisso da juventude em manter viva a chama do amor à pátria.

O fogo foi aceso em Brasília e distribuído para todas as unidades da federação, ficando assim durante toda a Semana da Pátria. No Paraná, o ato foi conduzido pelo coronel Nilson Luiz Cordeiro Salata, da Liga da Defesa Nacional.

Na sequência, o presidente do diretório regional do Paraná da Liga da Defesa Nacional, Allan Kardec, fez a leitura de uma Carta aos Jovens.

O secretário estadual da Segurança Pública, coronel Romulo Marinho, afirmou que o evento é uma demonstração do patriotismo compartilhado entre toda a nação. “Essa é uma semana em que os brasileiros precisam parar para refletir e avaliar o que já conquistamos no passado, o que mantemos no presente e o que precisamos melhorar para o futuro. Precisamos incentivar a população a valorizar nosso território, riquezas, valores e sociedade”, endossou o secretário.

SEMANA DA PÁTRIA – Em razão da pandemia, a Semana da Pátria, normalmente repleta de festividades, será representada apenas pela solenidade já realizada no Palácio Iguaçu. Assim, a data é lembrada sem deixar de lado as precauções sanitárias.

PRESENÇAS – Compareceram ao evento os secretários estaduais Beto Preto (Saúde) e Valdemar Bernardo Jorge (Planejamento e Projetos Estruturantes); o comandante da 5ª Divisão do Exército, general de divisão Fabio Benvenutti Castro; o comandante da 5ª Região Militar, general de brigada Ronaldo Morais Bancalione; o comandante da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, general Sérgio Manoel Martins Pereira Junior; comandante da Artilharia Divisionária da 5° Divisão de Exército, general de brigada André Luiz Ísola; o comandante da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada, general Marcio Luis do Nascimento Abreu Pereira; o comandante do 2º Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta II), coronel aviador Kazuhiko Toda; o comandante da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, general de brigada Marcos Américo Vieira Pessôa; o capitão dos portos do Estado do Paraná, capitão-de-mar-e-guerra André Luiz Moraes de Vasconcelos; o diretor-geral do Tribunal de Contas do Paraná, Gustavo Luiz Von Bahten; o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Hudson Leôncio Teixeira; o coronel Marcelo Jahnke, do Corpo de Bombeiros do Paraná; o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito de Curitiba, coronel Péricles de Matos; o major Sérgio Vieira Benício, chefe em exercício da Casa Militar; o tenente-coronel Adriano de Mello, coordenador da Defesa Civil; o major Tavares, chefe de gabinete da Casa Militar; e o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador José Laurindo de Souza Netto.

Fonte: AEN

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias